sexta-feira, 19 de junho de 2009

QUE CARINHO É ESSE?

Incrível, mas nós humanos vivemos a nos agredir e temos consciência disso.
Quando fui fazer o seguro do meu carro, fiquei surpresa quando a moça que me atendia, por telefone, perguntou se eu queria determinada cláusula, que não entendi o que era no momento. Questionada, ela me respondeu: _ Essa proteção é para o caso de você agredir verbalmente alguma pessoa, no trânsito.
_ Como é que é? Me explica direito, eu vou agredir alguém no trânsito? E isso é tão comum que já tem até seguro, para o caso de eu fazer isso?

Eu não quis esse item no seguro, achei um absurdo eu admitir que poderia usar de impropérios contra alguém que eu nem conheço, só pelo fato de estar protegida por um automóvel, como se este fora uma couraça, um escudo, ou uma máscara, que me outorgasse o direito de sair por aí desrespeitando os demais.

Mas, infelizmente, acho que muita gente colocou essa cláusula no seguro do seu veículo. Pior ainda, algumas pessoas se dão o direito de agredir fisicamente os outros, mesmo em cidades pequenas, de 90.000 habitantes, como é o caso de Ubá. Não conheço a cidade, mas fui olhar na Internet para ver como ela era.
Surpresa, deparo-me com uma cidade apelidada de "cidade carinho".
Então, só me resta perguntar: Que carinho é esse? Leia mais

Nenhum comentário: