segunda-feira, 5 de outubro de 2009

AS OLÍMPIADAS DE 2016 E O VESTIDO AZUL

Conta-se uma estória de uma garotinha bem pobre, que não tinha roupas novas. Frequentava uma escola ruim, caindo aos pedaços e insegura. Morava em uma casa velha, de taipa, sem reboco ou pintura, infestada de insetos.
Os carros não podiam chegar até a sua casa, pois a rua era totalmente esburacada e sem asfalto.
O seu pai era pobre e triste e a sua mãe, conformada com a pobreza, não se enfeitava mais.
Até que um dia, a menininha foi presenteada, pela sua madrinha, com um lindo vestido azul. Mas o vestido não era um simples vesstido novo. Era um vestido bonito, que mais parecia roupa de boneca.
A menininha chegou em casa com o vestido ainda embrulhado. Quando a sua mãe abriu o embrulho, ficou espantada com a beleza do vestido e por isso deu um bom banho na garota e penteou-lhe os cabelos. Lembrou-se também que possuía um frasco de perfume, quase novo, que há muito não usava e colocou na garotinha. Esta, parecia uma princeza quando o seu pai chegou, cansado, do trabalho.
O pai da garotinha se admirou ao encontrar a filha toda arrumada.
A mãe da garota, para fazer companhia à filha, se fez bonita,como há muito tempo não ousava estar e o pai vestiu a sua roupa de domingo.
E, por isso e por causa disso, resolveram ir para a praça, passear.
Ao voltarem, o pai observou que a casa precisava de reparos e deu-lhe uma pintura nova. A mãe fez um almoço gostoso para comemorar a reforma.
O pai sentiu que precisava ganhar mais dinheiro e dedicou-se com afinco ao trabalho. Nesse contínuo a família toda melhorou e incentivou o bairro a fazê-lo.
O prefeito, vendo que as casas daquele bairro estavam todas mais bonitas, esforçou-se e fez o calçamento da rua e reformou a escola.
E tudo isso, por causa de um lindo vestido azul.
Oxalá, as Olímpiadas de 2016, se configurem em um vestido azul para a cidade do Rio de Janeiro!

Nenhum comentário: