segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

SISTEMAS DINÂMICOS E MODELAGEM BASEADA NO AGENTE - DS e MBA

Donela Meadows fez a comparação entre sistemas dinâmicos e econometria em um trabalho que é muito bem conhecido entre a comunidade que estuda sistemas dinâmicos.
* D.H. Meadows (1979), The unavoidable a priori in Elements of The System Dinamics Method, ed. J. Randers, MIT Press, Cambridge, MA.

INTRODUÇÃO

A motivação para este estudo vem do crescimento da aplicação de modelagem e simulação para a resolucção de problemas.
Furthermore, Meadows mostra que os estudiosos dos campos de econometria e sistemas dinâmicos pensam sobre cada um deles como competidores ao invés de colaboradores.
Meadows sente que a rivalidade entre econometristas e estudiosos de sistemas dinâmicos pode ser similar à de duas espécies competindo pelo mesmo ninho. Somente uma pode prevalescer.

SISTEMAS DINÂMICOS E MODELAGEM BASEADA NO AGENTE

Um dos primeiros estudiosos a considerar dinâmica de sistemas e modelagem baseada no agente juntas é Phelan.
* S.E.Phelan (1999), A Note on the correspondence between complexity and sistems theory, Sistemic Practice and Action Research, vol.12.
S.E.Phelan menciona três pontos principais de diferença entre os dois campos:
"A teoria da complexidade tende para 1) foco na análise exploratória, 2) uso da modelagem baseada no agente; e 3) afirma que o crescimento da complexidade advém da interação de agentes seguindo regras simples.
Scholl não somente compare as duas metodologias de uma forma similar a de Phelam do ponto de vista de dinâmica de sistemas. Scholl traz a luz um exemplo de aplicação de tecnologia ABM para modelagem de SD - Miller´s Active Nonlinear Tests (ANTs - e faz um forte apelo para os demais pesquisadores da área de colaboração entre as duas metodologias. Ele afirma que a aplicação de SD e ABM para a mesma área tem o potencial de trazer novo insight para o benefício de ambos cientistas da complexidade e teóricos de sistemas.
Ele descobre que sistemas dinâmicos, a administração e a economia tradicionais tem diferentes conclusões sobre as causas do efeito dominó, enquanto a literatura do ABM é comparativamente silenciosa sobre esse assunto.
Agora nós veremos dois estudos que integram as duas abordagens sugeridas por Scholl. O primeiro estudo, realizado por Schieritz e Grossler, aborda o problema de gerenciamento da cadeia de suprimento usando o modelo que tem vantagens sobre os dois ABM e técnicas de SD. Schieritz e Grossler mesmo oferecem a implementação de um trabalho "juntando os dois ambientes de softwares Vensim e M-Plant em um modelo hierárquico.
O modelo de Schieritz and Grossler é discreto no nível macro e contínuo no nível micro. Isso torna o modelo mais flexível na estrutura da cadeia de suprimento.

Texto extraído e compilado do Projeto número: SS-KQS-3003
A COMPARISON OF THE SYSTEM DYNAMICS AND AGENT-BASED MODELING TECHNIQUES FOR REPRESENTATING COMPLEX SYSTEMS, de Iavor Nikolac Trifonov, October 16, 2003.

Nenhum comentário: