segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Turista italiana morre por causa das chuvas em Santa Catarina

23 de janeiro de 2011 • 18h47 Terra Notícia
Uma turista italiana morreu depois que seu veículo foi arrastado pelas águas e caiu em um rio da cidade de Florianópolis, onde 15 mil pessoas ficaram desabrigadas devido às fortes chuva.
A italiana de 22 anos, cuja identidade não foi revelada pela Defesa Civil, foi uma das três pessoas mortas durante o temporal de sábado, que se somam a outras duas mortes ocorridas nas últimas semanas em Santa Catarina.

A mulher, segundo as autoridades, tentou passar por uma ponte na região de Vargem Grande, mas a água ultrapassou o nível e arrastou o veículo por mais de 100 metros.

Outras duas italianas e uma brasileira, que conduzia o veículo, se salvaram e foram encontradas agarradas a uma cerca, de acordo com o relato de testemunhas.

As três italianas se dirigiam ao aeroporto para pegar o avião que as conduziria de volta a seu país.

No mesmo lugar, uma caminhonete com três passageiros também caiu no rio, mas os ocupantes do veículo se salvaram.

As outras vítimas da tempestade de sábado foram um homem de 38 anos, atingido por um raio, e um bebê, que foi levado pela correnteza quando sua família fugia de um deslizamento de terra que soterrou sua casa.

Na sexta-feira, uma criança de oito anos também foi arrastada pela correnteza e morreu, enquanto na quarta-feira um homem de 42 anos, na cidade de Jaraguá do Sul, foi atingido por um raio.

Em 2008, as chuvas que afetaram 60 cidades no estado deixaram 137 mortos.

Na região serrana do Rio de Janeiro, onde ocorreu a maior tragédia por consequência das chuvas, as autoridades contabilizam oficialmente 808 mortos e mais de 400 desaparecidos.

Nenhum comentário: