quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Dia do Advogado, a celebração desta nobre profissão

Fonte:Newsletter Jurídica SÍNTESE nº 2749

Não seria exagero algum afirmar que a celebração deste 11 de agosto, dia da criação dos cursos jurídicos no país, representa a data escolhida para dignificarmos e ressaltarmos com maior destaque a classe advocatícia, composta por profissionais representantes da mais importante entidade da sociedade civil organizada. Podemos dizer que o exercício da advocacia reflete a verdadeira voz da cidadania. A advocacia é tida como umas das profissões mais antigas e tradicionais na história da humanidade, e foi na Roma antiga que ficou conhecida a representação judicial por meio dos "advocati", que eram os representantes judiciais da época. No Brasil, a história do “Direito” exis te desde sua Independência, pois lá já realizavam-se debates na Assembléia Constituinte, e depois na Assembléia Legislativa, em prol da criação dos cursos jurídicos. Mas foi somente em 1824 que foi redigida no Brasil a primeira Constituição. Porém, não bastavam leis sem alguém que as executasse. Assim, em 11 de agosto de 1827, o Imperador criou os dois primeiros cursos de Direito no país, um em Olinda, no Mosteiro de São Bento, e outro em São Paulo, no Largo São Francisco. Daí a instituição do Dia do Advogado para ser comemorado em 11 de agosto. Duarte Peres foi o primeiro advogado brasileiro. A criação da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) só veio em 1930, numa época em que advogados e juristas já participavam ativamente da movimentação em torno da renovação e das mudanças na política do país. Atualmente, a Constitu ição Federal de 1988 alçou a advocacia ao patamar de “preceito constitucional”, preservando sua atividade estritamente privada, como prestadora de serviços de interesse coletivo.

Nenhum comentário: