quarta-feira, 21 de março de 2012

Senado aprova benefício servidores públicos aposentados por invalidez

Agência Brasil
Publicação: 20/03/2012 20:15 Atualização:
O Senado aprovou nesta terça-feira (20/3) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 5/12 que trata do direito de servidores públicos de se aposentarem por invalidez com benefício equivalente ao salário integral. Quebrando todos os interstícios previstos para votação de emendas constitucionais, os senadores aprovaram a PEC em primeiro e segundo turnos sem alterações de mérito. Com isso, ela seguirá para promulgação sem precisar retornar para a Câmara dos Deputados.

Além de receber o equivalente ao salário integral, os servidores que se aposentarem por invalidez passarão a ter a aposentadoria vinculada aos proventos dos colegas da ativa. A regra vale para servidores públicos federais, estaduais e municipais que tiverem se aposentado por invalidez a partir de 1º de janeiro de 2004. A União, os estados e os municípios terão 180 dias para rever os benefícios de quem estiver nessas condições e dos pensionistas relacionados à esse tipo de aposentadoria.

A PEC, de autoria da deputada Andreia Zito (PSDB-RJ) e relatada no Senado pelo líder do PSDB, senador Álvaro Dias (PR), visa a mudar a forma de cálculo dos benefícios de aposentadoria por invalidez instituídos na reforma da previdência. Atualmente, a aposentadoria de quem se torna inválido para o trabalho no serviço público é calculada com base no tempo de contribuição. O relator concorda com a autora da PEC que nos casos de invalidez a aposentadoria deve ser integral.

“Na situação vigente, está sendo totalmente ignorada a situação de um servidor público que detinha a expectativa de se aposentar sob determinadas condições e, repentinamente, por razões totalmente alheias à sua vontade, perde a sua condição laboral, mesmo em razão de uma doença profissional ou de um acidente de trabalho. Isso agride o princípio isonômico e é flagrantemente irrazoável, uma vez que significa que o indivíduo acometido por situação de invalidez seja tratado com mais rigor do que o servidor saudável”, alega Dias em seu parecer favorável à PEC.

A PEC foi aprovada por unanimidade nos dois turnos. Emendas constitucionais precisam passar por cinco turnos de discussão antes da primeira votação e depois mais três turnos de debates antes da segunda votação. Mas um acordo entre todos os senadores permitiu a quebra dos interstícios e que todas sessões acontecessem seguidamente para que a matéria tivesse a votação concluída no mesmo dia

segunda-feira, 12 de março de 2012

BRASIL FAZ ACORDO PARA EXPORTAR JUMENTOS

Deu no Blog do Noblat, que o Brasil fez um acordo com a China para exportar jumentos para servirem na industria de alimentação e cosméticos.
Então é isso mesmo, ou eu não li direito? Nós nos revoltamos quando sabemos que os chineses comem cavalos e cachorros e não nos importamos se eles mudarão o seu cardápio e irão degustar os nossos jumentos?
Onde estamos nós defensores dos animais? Onde estamos nós defensores do meio ambiente e da ecologia? Onde estão os nossos políticos, senadores e deputados? Concordamos com isso? Eu não concordo e inicio aqui um protesto. Não vamos expatriar os nossos animais que nos servem há muito tempo para que virem iguarias na mesa de ninguém.
SOMOS CONTRA E MANIFESTAMOS AQUI A NOSSA OPINIÃO.
SUBSERVIÊNCIA NÃO. Nós não somos a quinta economia do mundo? E não temos direito nem de resguardar a vida dos nossos animais? Ou é tudo balela e não passamos mesmo de uma republica das bananas?

sexta-feira, 9 de março de 2012

PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DOS GATOS

Pastor, na sua última preleção, no domingo, dia 4 de março, ouvi estarrecida o senhor fazer uma declaração, sem nenhum embasamento científico, sobre o comportamento dos felinos. O senhor declarou que não apreciava os gatos, em virtude de os mesmos serem falsos.
Devo dizer que não concordo com tal afirmativa e a acho extremamente preconceituosa, portanto não digna de ser pronunciada por um ministro do evangelho que está se dirigindo a milhares de pessoas, de formações diferentes e de histórias de vida as mais diversas.
O senhor sabe, como eu também sei, que a nossa missão aqui na Terra é cumprir o mandamento do "ide", de Nosso Senhor Jesus Cristo, quando disse aos seus discípulos: "Permanecei em Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder. E ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da Terra". Esse é o trabalho que nos foi entregue e é a ele que nos devemos ater. Querer enveredar por outras searas, só se for para distribuir amor e compreensão entre as pessoas. E esse amor, eu entendo que deve estender-se às demais criações do nosso bom Deus e Pai.
Todos nós sabemos e acreditamos que foi o Senhor Nosso Deus que criou os céus e a Terra e tudo o que nela existe.
Se estamos de acordo com o que eu disse até aqui, chegaremos facilmente a conclusão de que foi Deus que criou os felinos, com toda a sua beleza. E, deu-lhes características próprias, diferentes das dos outros animais, porque o nosso Deus não se repete e é extremamente criativo.
Os felinos, pela sua graça, pela sua beleza, pelo seu porte altivo e enigmático, foram duramente perseguidos em toda a história da humanidade, e ao mesmo tempo adorados por uns pouco, como ocorreu no Egito.
São animais limpos, e nos transmitem uma sensação gostosa de aconchego e carinho. E nós, humanos, deveriamos amá-los, senão por suas caraterísticas, pelo menos por reconhecermos nele a mão do Criador, o mesmo que nos fez, homens e mulheres.

quinta-feira, 8 de março de 2012

Flores especialmente para as mulheres!

Flores especialmente para as mulheres!: Elas são mães, profissionais, amigas, donas de casa, esposas, namoradas, guerreiras, falantes, choronas. E um pouco mais! Nosso post de hoje é dedicado às mulheres! Desejamos às nossas leitoras que o Dia Internacional da Mulher seja repleto de cores bem…/p