terça-feira, 31 de dezembro de 2013

ECLESIASTES OU O LIVRO DO PREGADOR

Deixo essa reflexão para o final do ano, para que não nos esqueçamos da nossa vaidade em relação aos outros animais. Essa é a palavra do maior sábio que já existiu, palavras de Salomão, filho de Davi.

Disse eu no meu coração, quanto a condição dos filhos dos homens, que Deus os provaria, para que assim pudessem ver que são em si mesmos como os animais.

Porque o que sucede aos filhos dos homens, isso mesmo também sucede aos animais, e lhes sucede a mesma coisa; como morre um, assim morre o outro; e todos têm o mesmo fôlego, e a vantagem dos homens sobre os animais não é nenhuma, porque todos são vaidade.

Todos vão para um lugar; todos foram feitos do pó, e todos voltarão ao pó.

Quem sabe que o fôlego do homem vai para cima, e que o fôlego dos animais vai para baixo da terra?

Eclesiastes 3:18-21


Conforme o comentarista Prof. Jales Barbosa, a leitura destes versos tem levado muitos estudantes a entenderem não haver diferença entre o homem, ao morrer, e outro qualquer animal, quando diz: COMO MORRE UM MORRE O OUTRO, todos têm o mesmo fôlego de vida (v. 19. A vida neste texto refere-se à vida animal, que alguns representam como sendo o sangue, para o coração de bater, para o sangue de correr e alimentar as células cerebrais, está morto o homem ou o animal. Vejamos o que nos ensina o Livro de Gênesis.

"E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente." Gênesis 2:7.

A palavra hebraica para vida translitera-se como Nefeshe, e é usada em relação ao homem e aos animais quando se trata de vida animal. Quanto aos animais, diz o sagrado texto. "E disse Deus: Produza a terra alma vivente conforme a sua espécie; gado, e répteis e feras da terra conforme a sua espécie; e assim foi." Gênesis 1:24

De saldo, se vê que houve uma grande diferença entre os seres viventes e o homem feito alma vivente. Os primeiros foram produto de uma ordem: PRODUZA A TERRA... A outra, bem diferente: FAÇAMOS O HOMEM À NOSSA IMAGEM, CONFOME A NOSSA SEMELHANÇA. "E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra." Gênesis 1:26

A este, Deus soprou nas suas narinas o fôlego da vida, depois de o haver feito à sua imagem, conforme a sua semelhança; porém quanto aos animais apenas disse: "Produza a terra". Há, pois, um mundo de diferenças entre a criação dos seres viventes e o homem, alma vivente. O sopro de Deus nas narinas do homem foi que fez o homem alma vivente, à sua imagem e semelhança. Quanto aos outros animais, a terra os produziu. Todos como criaturas foram assim feitos seres viventes; todavia, quanto à maneira de os criar, houve profundas e irrecorríveis diferenças. Certo que todos vivem na terra e todos receberam sua missão, entretanto a do homem é infinitamente diferente da dos animais.

Nenhum comentário: